quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Para o poço da memória



“Pensei em como o futuro dele iria empurrar você para baixo no poço da memória e, finalmente, empurrá-la para fora, Laura. Você iria se tornar um eco distante de outra vida.”

(Josephine Hart in: Abandono. Ed. Record, p. 46)

20 comentários:

  1. Estar no fundo já é triste.... Imagine então estar fora
    :/

    ResponderExcluir
  2. Ninguém nos empurra ou nos expulsa, se não permitimos. Eis o problema,,,

    ResponderExcluir
  3. Olá Vanessa tudo bem?

    Estive afastado das atividades do blog por motivos de força maior, mas não poderia deixar de passar aqui para agradecer por seu carinho, visita e comentário. Acredite, são essas atitudes dos amigos que me dão forças para continuar por aqui. bjs saúde e paz!

    ResponderExcluir
  4. Interessante que, aqui, "empurrar para baixo no poço da memória" não é tratado como sinônimo de "empurrar para dentro", mas sim "para fora".

    ResponderExcluir
  5. ...E nem por isso a vida termina, Laura.
    Siga em frente, afinal, você tem um futuro!
    Beijos,
    Cinthya

    ResponderExcluir
  6. Mais fundo que isso só...

    Beijo!



    PS. Acho que vais gostar do meu post de hoje...

    ResponderExcluir
  7. Esse chapéu...

    Lembrou-me as personagens clariceanas: Virginia de "O Lustre" e mais ainda de Lucrecia Neves de "A cidade sitiada".

    ResponderExcluir
  8. Ah... não sei o que doi mais esquecer ou se acostumar com a falta que uma pessoa faz.

    ResponderExcluir
  9. Como é bom saber que o futguro nos dá esse presente...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Post sobre Clarisse no esconderijo. A paixao segundo G.H.

    Sinta-se livre para reproduzir no Vem cá luiza...
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Adoro o Eco... me mostra que tem algo lá no fundo que faz ressoar, que faz com que não seja ilimitado, infinito...

    É nem sempre ser o eco significa coisa muito ruim, ser o eco de uma lembrança é ser no final das contas alguma coisa que mesmo que se tente tirar ainda ecoa, ainda ressoa, ainda esta lá...

    Acho que não era bem nesse sentido que vc escreveu, mas gostei de pensar assim.

    Beijos...

    ResponderExcluir
  12. Tem presentinho pra você!

    http://olhosdocoracao-danielle.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Ví no blog do Vítor uma citação sua, a curiosidade bateu e caaaaaaaaaaaaaaaaara , não me arrependo de ter entrado aqui...

    Fabulosoo!
    Parabéns !!
    Voltarei sempre tá? Beijos.

    ResponderExcluir
  14. ficar fora na vida de alguém que amamos não deve ser nada bom de viver. A sensação deve ser de um poço sem fundos.bjs

    ResponderExcluir
  15. Ecos! Sons! Gritos!
    Tem horas que já não sei pra que serve memória?

    ResponderExcluir
  16. você só recomenda ótimos livros.

    *__________*

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now