quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

pedia-lhe que compreendesse que não gostava de compreender


“Tinham vinte anos. E depois ele voltou para os Estados Unidos, os telefonemas foram se espaçando, nenhum deles tinha ainda e-mail. Júlio pedia-lhe que compreendesse que não gostava de escrever. Bárbara pedia-lhe que compreendesse que não gostava de compreender.”

(Inês Pedrosa in: Os íntimos. Ed. Alfaguara, p.105)

9 comentários:

  1. sensacional....
    sou quase Bárbara então...

    beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Complexidades, cada um com a sua...

    Beijomil

    ResponderExcluir
  3. Ah, Inês... Tenho de ler esse livro. Cheiro de alter-ego no ar. =)

    ResponderExcluir
  4. tenho um pouco de Barbara dentro de mim rs

    ResponderExcluir
  5. Essa mulher arrasa com estes fragmentos...

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now