quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

pedia-lhe que compreendesse que não gostava de compreender


“Tinham vinte anos. E depois ele voltou para os Estados Unidos, os telefonemas foram se espaçando, nenhum deles tinha ainda e-mail. Júlio pedia-lhe que compreendesse que não gostava de escrever. Bárbara pedia-lhe que compreendesse que não gostava de compreender.”

(Inês Pedrosa in: Os íntimos. Ed. Alfaguara, p.105)

9 comentários:

  1. sensacional....
    sou quase Bárbara então...

    beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Complexidades, cada um com a sua...

    Beijomil

    ResponderExcluir
  3. Bárbara é das minhas.

    ResponderExcluir
  4. Ah, Inês... Tenho de ler esse livro. Cheiro de alter-ego no ar. =)

    ResponderExcluir
  5. tenho um pouco de Barbara dentro de mim rs

    ResponderExcluir
  6. Essa mulher arrasa com estes fragmentos...

    ResponderExcluir
  7. Eis a configuração de um dilema.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now