segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

- Não, não morreu. Foi embora. (Once)


Ouça

"- Pra quem escreveu esta música?
- Pra ninguém.
- Mentira. Onde ela está?
- Se foi.
- Morreu?
- Não, não morreu. Foi embora.
- Você ainda a ama?
- Minha nossa!
- Você já se esqueceu dela. Mentira. Ninguém escreveria esta música se isso fosse verdade. Te garanto. Se tocar esta música maravilhosa ela vai voltar.
- Não quero ela de volta.
- Entendo".

(Do filme: Once)

Ou ouça

34 comentários:

  1. Tem selitho pra ti!
    Acho Digno!
    Otima semana :*

    ResponderExcluir
  2. Tudo que um dia vai embora, morre ( aos poucos)..
    é o curso natural da vida.. até mesmo em relação à sentimentos.

    1beijo.

    ResponderExcluir
  3. Linda lembrança...Abraço da Escrevente.

    ResponderExcluir
  4. nem sempre oq amamos é o melhor para agente, gostei do post pq é real, muitas vezes não queremos a pessoa de volta pq sabemos que ela não nos faz bem, ou já nos magoou tanto que vontade de estar junto foi se perdendo aos poucos... boa semana pra vc flor! ;**

    ResponderExcluir
  5. Lindo post...e muito verdadeiro.. Talvez se tivesse morrido não machucasse tanto!
    Beijos no coração!

    =)

    ResponderExcluir
  6. Deve ter machucado muito a partida dela para ele não a querer de volta embora ainda a ame....

    Há marcas que mesmo cicatrizadas ainda doem.

    ResponderExcluir
  7. Vanessa,
    Morremos a cada dia quando nos distanciamos de nossos caminhos, metas, valores e ética (do desejo).
    Abraços, Obrigado pela sua visita lá no meu blog
    veredaspulsionais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu mesma vivo escrevendo coisas sobre quem não quero ver nem a sombra...!
    Beijo, querida.

    ResponderExcluir
  9. ai ai, amo vim aqui e ver o que tem de novo... beijos

    ResponderExcluir
  10. "Once" é perfeito,
    e a trilha é espetacular.

    ResponderExcluir
  11. Quando alguém nos deixa por consequência da vida, dói. Mas, dói muito mais pensar que esse alguém quis nos deixar. Fato.

    ResponderExcluir
  12. Glen Hansard e Marketa Irglova, excelentes...

    ResponderExcluir
  13. Deixar ir! Como diz Martinha: Ainda nos amamos apenas não nos queremos mais! =)

    ResponderExcluir
  14. e assim é por vezes bem melhor..
    beijo.

    ResponderExcluir
  15. Esse filme é demais!!!

    Já assisti 5 vezes e não canso! Ele é perfeito em toda sua essência.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. o filme é bacana e a múscia também


    beijo

    ResponderExcluir
  17. Eu já escrevi uma música pra Ela uma vez... e uma pós Ela depois que ela foi embora.

    Belíssimas músicas.

    ResponderExcluir
  18. a música da vida ou a vida da música.

    para que serve escrever para quem não sente?.

    vídeo *****.

    bj

    ResponderExcluir
  19. Às vezes morre-se mais indo embora do que morrendo.

    ResponderExcluir
  20. Gostei...
    As vezes quando deixamos ir, é quando queremos matar algo que vive em nos e não nos faz bem, ou não deveria mais existir!!

    ResponderExcluir
  21. é exatamente isso: não morreu. foi embora.


    abreijos.

    ResponderExcluir
  22. às vezes lembrar é mais saudável que qurerer de volta!

    ResponderExcluir
  23. acho que quando chegamos ao ponto de não querermos mais, a saudade se torna mais saúdavel, o amor e a separação podem ser a contradição e a mistura impossível no sentimento, amar nem sempre é estar perto, e estar perto nem sempre significa amar.

    ResponderExcluir
  24. É o tipo de saudade que só é boa se durar pra sempre,
    Às vezes é melhor ser solidário em não tentar matá-la...
    Mas é peculiar a conhecermos, porque ela sempre vem...

    ResponderExcluir
  25. Great post.. did you try by giving gifts...??

    ResponderExcluir
  26. Show de Bola, me recordei do filme "O pianista do mar". Deu até vontade de ver de novo.

    ResponderExcluir
  27. essa cena é muito boa!

    esse filme é encantador.

    as músicas são apaixonantes.

    beijos.

    ResponderExcluir
  28. poie é...pura e linda ilusão.

    xero

    ResponderExcluir
  29. Conheço o filme e adorei, como toda a trilha. Sempre uma surpresa boa passar no seu blog.
    Bjão!!!

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now