segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

o barulho que a palavra representa


“Elas esperam. Vestem-se para nada. Elas se cuidam. Na sombra dessas mansões, preparam-se para mais tarde, acreditando viver um romance, os guarda-roupas já atulhados de vestidos que não usam, colecionados com o tempo, a longa sequência dos dias de espera. Algumas enlouquecem. Outras são abandonadas, trocadas por uma jovem empregada, que guarda silêncio. Abandonadas. Ouvimos essa palavra atingi-las, o barulho que faz, o barulho da bofetada que ela representa. Algumas se matam.Esse desrespeito que as mulheres têm por si mesmas sempre me pareceu um erro.”

(O Amante, Marguerite Duras, p. 19)

15 comentários:

  1. O Amante foi um dos primeiros livros "proibidos" que li na vida, acho que tinha 13 anos, e depois vi o filme.
    Sempre me fascinou esse universo, o encontro do ocidente com o oriente, esse choque de culturas e tradições e ao mesmo tempo esse desencontro de dois corações.
    O trecho que você escolheu é um belo exemplo!

    Te espero lá no blog:

    http://www.sabordaletra.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Subscrevo entusiasmada e enfaticamente a última frase.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo texto!
    Realmente, matar-se é um desrespeito consigo mesmo.
    Um bj.

    ResponderExcluir
  4. Vanessa,

    os bastidores e os efeitos de uma vida atroz...

    bela a poesia da Marguerite

    bj

    ResponderExcluir
  5. Muitas não tem respeito por si mesmas... parecem não ter amor próprio muito menos caráter e dignidade consigo mesmas.

    Um beijo e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  6. Trecho devidamente grifado em meu livro amarelo-sebo.
    Eita. O masoquismo feminino...

    ResponderExcluir
  7. puxa esse final é forte, dolorido


    beijo

    ResponderExcluir
  8. Como assim? Me segue e nem me deixa um oi? Mas que sacanagem Vanessa! rsrsrsrs. Também vou te seguir. Obrigado por aparecer por lá.

    Quanto ao post... Mulheres são tão únicas e tão poderosas, que se todas soubessem realmente e exatamente a força do poder que possuem, nós homens estaríamos mais ferrados do que já somos, quando vocês resolvem... Atacar! rsrsrsrs.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Que venha 2011, pois
    Será o ano do Sol a iluminar. Grandes e Pequenos Passos.
    Será ano Impar unilateral
    Será o ano do Coelho multiplicador

    Plante a semente da vontade
    Regue com o dose desejo
    E terá bons frutos para colher..

    Um feliz 2011 da Insana

    OBS desculpe a ausência nas festas..

    ResponderExcluir
  10. Ola prazer,
    adorei seu blog, muiiito fofinho!!
    LINDO! estou seguindo.
    segue-me tbm?
    jandyscorpion.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Já anotei! Esse será um dos que vou comprar e ler em breve... Assim que eu concluir algumas pendências literárias... aiaiai! Vir aqui é uma tentação...

    ResponderExcluir
  12. "abandono".
    esta é daquelas palavras que mesmo que não existissem todos entenderiam... nem o silêncio a sabe vencer... (quantas vezes não é com o silêncio que ela se faz ver...)...

    ResponderExcluir
  13. muito interessante... : )(feliz 2011!)

    ResponderExcluir
  14. E coloca erro!!!

    Mudei de link
    http://www.escrivaninhadamichellecristal.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. concordo com o autor, um erro o auto-desrespeito.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now