sábado, 2 de abril de 2011

A cada manhã a mesma angústia


“O medo estava espalhado por todas as paredes da casa. A cada manhã a mesma angústia, uma vontade de que o tempo passasse logo, de que o tempo não passasse.”

(Tatiana Salem Levy in: A chave da casa. Ed. Record, p. 30)

8 comentários:

  1. E amanhecemos junto com o dia...Tudo de novo.Grande beijo e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  2. Essa é uma das piores angústias.

    ResponderExcluir
  3. Noooossa, essa noite fiquei sozinha, e essa angustia do medo me rodou o tempo todo!!

    ResponderExcluir
  4. A cave da casa é um título muito sugestivo.

    ResponderExcluir
  5. O pior é quando somos a casa! náo dá pra dizer : aluga-se.

    ResponderExcluir
  6. vezenquando essa angústia amanhece comigo...

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now