quarta-feira, 27 de abril de 2011

Seria essa a geografia de sua queda?


“- Tenho minhas raízes em você. Desde o primeiro dia em que a vi, amei você.
O amor entraria pelos olhos? Pensei que fosse a luxúria, o desejo.
- Você era uma espécie de perfeição.
Como uma fórmula. Talvez eu tivesse proporções agradáveis. Vestia manequim 40, tinha 82 de busto, 60 de cintura, 82 de quadris. Desenhe. Acrescente algumas roupas, ou não, como preferir. Complete com um rosto. Uma visão de planos e profundidades. Castanho-escuro, na verdade, para as pupilas; negro para as sobrancelhas. A pele lisa, imaculada, cor de creme fresco. E lábios “vermelho-mordida”. Da maneira como eles gostam. E, mais abaixo, pernas bem-proporcionadas . Bem-feitas e longas. Seria essa a geografia de sua queda?”

(Josephine Hart in: Pecado. Ed. Círculo do Livro, p. 99)

6 comentários:

  1. essa descrições detalhisticas só no cérebro das mulheres, essa geografia de minúcias



    beijo

    ResponderExcluir
  2. a capa da revista seria melhor que o recheio?

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Inquieta descrição.
    Mas bonita, bonita.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. o teu blog é daqueles que leio todos os dias nem sempre comento ..porque sou dado a detalhes..não sou de comentar por comentar..comento o que me traduz me identifica...outras vezes guardo para mais tarde mas tenho-te como um blog de referência...e adoro ler-te...bjs

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now