quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

sentia uma saudade muito grande de fugir - CL


"E passou a fugir sem motivo nenhum: só mesmo por gosto. Comida, até sobrava. Mas ele sentia uma saudade muito grande de fugir."

(Clarice Lispector in: O mistério do coelho pensante. Rio de Janeiro: Rocco, 1999)

5 comentários:

  1. É isso o que acontece quando nos acostumamos com as coisas, quando nos acomodamos.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Penso em fugir como se fosse uma busca pela liberdade. Como se os problemas a prendesse e ela não aguentasse mais.

    beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Pro coelho, fugir era verbo intransitivo.

    Foi o livro que mais me deixou pensando durante a minha infância. Talvez pelo final ser genialmente óbvio a ponto de não se sacar. Viva CL.

    ResponderExcluir
  4. E não é isso o que fazemos desde o momento em que nascemos? Não seria o próprio nascimento uma espécie de fuga?

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now