quarta-feira, 27 de julho de 2011

qualquer coisa de novo

The last picture show
“A mulher, como tu vês, é um tema inesgotável: por mais que a gente a estude há sempre nela qualquer coisa de novo...”

(Tolstói in: Anna Karenina)

6 comentários:

  1. a insustentável leveza do ser...
    suas palavras sempre soou isso e eu só agora percebi com tolstói.


    um beijo com saudade.

    ResponderExcluir
  2. Imensidões sem fim.
    É o que é, é o que somos, e, sem culpas.

    Beijos doces, lindeza!

    ResponderExcluir
  3. Ainda bem!!
    Um bj querida amiga

    ResponderExcluir
  4. que verdade, |vem cá Luísa|...ninguém ainda pintou a total nudez de uma mulher!! apenas ela no espelho antevê e tantas vezes morre de medo do poder que carrega! até a ruga tem um poder voraz!!

    ai ai ai, um beijinho para si.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now