quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

nem melhores, nem mais originais


"LUÍSA - Zelda e Fitzgerald podiam ser qualquer Rosa Triste ou Lírio do Campo... Não somos nem melhores, nem mais originais, Sérgio... fomos apenas mais pedantes que esses pobres amantes de escritório... a diferença está na cultura geral, num tipo de ambiente de trabalho que se pretende muito melhor e mais interessante que os demais...
SÉRGIO - Você está querendo me dizer que o único momento realmente poético e grande na minha vida não passou de um capítulo de telenovela mexicana?
LUÍSA - O que está acontecendo com você? Crise da meia-idade?
SÉRGIO - Eu estou em crise desde que nasci! O que eu não aceito é que você me venha com esse ar distante e superior, reduzir o nosso caso a um nitrato de pó de merda!
(Luísa ri)".

(Teatro Completo - Maria Adelaide Amaral, peça: De braços abertos, p. 185, Ed. Global)

10 comentários:

  1. crise da meia idade? hum... cheira-me a crise sem idade (ou a nitrato... :))
    um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Risos, as mulheres para se defenderem dizem cada coisa...e os rapazes quase sempre não sabem distinguir quando um ar de superioridade é na verdade uma forma de proteção. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. OIE... adorei teu blog, estava de passagem mais agora estou te seguindo.

    ME visita tb.
    Pedaços do Cotidiano
    http://pedacosdomeucotidiano.blogspot.com

    Voltarei sempreeeeeeee.
    Kisses
    Thaty

    ResponderExcluir
  4. Aiaiaia... Por que sempre temos de fazer o papel de bobos hein Vanessa? Culpa das mulheres que nos fizeram assim tão vulneráveis!Risos.
    Bjo linda!

    ResponderExcluir
  5. Vanessa,

    Um belo diálogo, ilustrando a realidade.

    bj

    ResponderExcluir
  6. E a proverbial insegurança masculina vira chilique diante de qualquer realidade menos óbvia. E depois, se é que alguém ainda tem a coragem, querem chamar as mulheres de "sexo frágil". Clichê burro, pobre, vazio e simplista.

    ResponderExcluir
  7. eu diria que os ultimos 7 anos de minha vida dariam uma boa novela mexicana.

    beijos!

    ResponderExcluir
  8. Pois é... Acho até que vou deixar crescer um bigodão mexicano...

    ResponderExcluir
  9. Dialogo envolvente e instigante.

    Beijo!

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now