sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Em uns sim, outros não


“Sabe, tem momentos em que as palavras não servem para nada”.

(Paisagem com dromedário, Carola Saavedra, p. 99, Ed. Companhia das Letras)

19 comentários:

  1. [sabedoria demais; não, não demais... em medida certa!]

    um imenso abraço, Vanessa

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  2. O saber popular de quem sabe e sente.

    bj

    ResponderExcluir
  3. Ai mana, você entende das coisas...

    ResponderExcluir
  4. As não-palavras, mais que elas, o que não se submete aos limites da razão, às literalidades.
    Momentos mágicos e abençoados esses, em que o silêncio fala por si e enche o universo de sons misteriosos e inconfundíveis.

    ResponderExcluir
  5. Sim, geralmente nos momentos mais importantes -ou nos mais sofridos.

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro esse filme. Simplesmente ótimo!

    ResponderExcluir
  7. De pleno acordo!
    Beijo no coração.

    ResponderExcluir
  8. Com toda a verdade!

    Um beijo querida!

    Ju

    ResponderExcluir
  9. Van,
    obrigada pelas postagens!

    mais-que-saudades.

    Beijos.

    Jeni

    ResponderExcluir
  10. A mais pura verdade é que as palavras dificilmente servem para alguma coisas qndo são apenas palavras e não ações... Ou pior: qndo não são verdadeiras.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now