sábado, 21 de janeiro de 2012

o maior dos meus amores, aquele que nunca foi meu

Jezebel
"As noites mais puras. As noites em que amei o maior dos meus amores, aquele que nunca foi meu, aquele a quem nunca pertenci porque apenas me entreguei."

(Inês Pedrosa in: Fazes-me falta. Ed. Planeta, p. 151)

5 comentários:

  1. Acho que ter um amor que nunca será nosso é, talvez, a maior ingratidão do universo.

    Beijos.
    Lu

    ResponderExcluir
  2. Essas coisas do amor! Temos perdas impensáveis!

    ResponderExcluir
  3. essa citação me fez chorar, por que ela fala a partir de uma forma de linguagem aquilo que buscava a muito tempo e nunca havia conseguindo, expressar: no discurso amoroso o enamorado ele é sempre sedentario, como um pacote parado no canto da estação...

    ResponderExcluir
  4. Pelo menos é assim que ele deve ficar marcado na memória dos não-correspondidos.

    ResponderExcluir
  5. Acho que o maior amor e sempre aquele que nao tivemos...porque ficamos com a ideia de que ele e perfeito.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now