quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

fragmentos de passado - Proust

 "Mas esses fragmentos, esses momentos do passado não são imóveis; guardaram a força terrível, a feliz inconsciência da esperança, que então se lançava ao encalço de um tempo hoje convertido em passado, mas que a alucinação nos faz, por instantes, tomar retrospectivamente como futuro."

(Marcel Proust in: Em busca do tempo perdido vol. 5 - A Fugitiva. Tradução de Carlos Drummond de Andrade. Ed. Globo, p.110)

4 comentários:

  1. Proust. Saudade dele.

    ResponderExcluir
  2. Solo podemos acceder al pasado en sueños,
    que nos sirven como experiencia en la vida.
    deseo tengas feliz semana.
    saludos.

    ResponderExcluir
  3. Quando todos partem, são somente as lembranças que nos fazem companhia.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now