sábado, 7 de janeiro de 2012

Música Distante - James Joyce

O grande Gatsby
"Deixou-a ficar na obscuridade do vestíbulo, tentando captar a ária que a voz interpretava e contemplando a mulher. Havia graça e mistério em sua atitude, como se ela fosse uma figura simbólica. Perguntou a si mesmo que simbolizaria uma mulher, imível na penumbra de uma escada, ouvindo uma distante melodia. Se fosse pintor, retratá-la-ia naquela postura. O chapéu de feltro azul ressaltaria o bronze de seus cabelos contra o fundo negro e as cores claras do vestido realçariam as cores escuras. Música Distante era o nome que daria ao quadro, se fosse pintor."

(James Joyce in: Os mortos {conto})

4 comentários:

  1. belíssima cena..
    beijos de lindo 2012 para ti..

    ResponderExcluir
  2. Uma cena que fala, que canta...

    Beijos doces.
    Fique com DEUS!

    ResponderExcluir
  3. Desde Sherazade, as mulheres mais interessantes são as distantes.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now