sexta-feira, 7 de maio de 2010

Embora...


"Embora meus amigos me invejassem, porque sempre parecia estar animada e confiante, em segredo encontrava-me apavorada em relação a quase tudo".

(Medo de Voar, Erica Jong, p. 178)

7 comentários:

  1. Oração a si mesmo . . .
    QUE EU ME PERMITA OLHAR, ESCUTAR E SONHAR MAIS..
    FALAR MENOS.
    CHORAR MENOS.
    VER NOS OLHOS DE QUEM ME VÊ A ADMIRAÇÃO QUE ELES ME TÊM E NÃO A INVEJA QUE PENSO QUE TÊM.
    PERMITIR SEMPRE ESCUTAR AQUILO QUE EU NÃO TENHO ME PERMITIDO ESCUTAR.
    QUE EU POSSA VIVER OS SONHOS POSSÍVEIS E OS IMPOSSÍVEIS;
    AQUELES QUE MORREM E RESSUSCITAM:
    A CADA NOVO FRUTO,
    A CADA NOVA FLOR,
    A CADA NOVO DIA.
    QUE EU SAIBA REPRODUZIR NA ALMA A IMAGEM QUE ENTRA PELOS MEUS OLHOS FAZENDO-ME PARTE SUPREMA DA NATUREZA, CRIANDO-ME E RECRIANDO-ME A CADA INSTANTE.
    QUE EU POSSA CHORAR MENOS DE TRISTEZA E MAIS DE CONTENTAMENTOS.
    QUE MEU CHORO NÃO SEJA EM VÃO, QUE EM VÃO NÃO SEJAM MINHAS DÚVIDAS.
    QUE EU NÃO TENHA MEDO DE NADA,PRINCIPALMENTE DOS MEUS MEDOS.
    QUE EU ADORMEÇA TODA VEZ QUE FOR DERRAMAR LÁGRIMAS INÚTEIS E DESPERTE COM O CORAÇÃO CHEIO DE ESPERANÇAS.
    QUE EU POSSA AMAR E SER AMADO.
    QUE EU POSSA AMAR MESMO SEM SER AMADO, FAZER GENTILEZAS QUANDO RECEBO CARINHOS; FAZER CARINHOS MESMO QUANDO NÃO RECEBO GENTILEZAS.
    E... QUE EU JAMAIS FIQUE SÓ, MESMO QUANDO EU ME QUEIRA SÓ.
    AMÉM.
    Texto de Oswaldo Antônio Begiato
    Beijos com muita paz e luz

    ResponderExcluir
  2. Embora por fora sou forte , muitas vezes por dentro somos ocos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Depois de um tempão passo pra escrever um comentário.
    Tudo absolutamente a ver com Marilin.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Curioso isso, mas às vezes também é ao contrário: quem parece fraco e inseguro encerra uma tremenda força ;)
    Bjs,
    M.

    ResponderExcluir
  5. Quem me vê sorrindo pensa que estou alegre
    O meu sorriso é por consolação
    Porque sei conter para ninguém ver
    O pranto do meu coração

    O que eu sofri por esse amor, talvez
    Não compreendeste e se eu disser não crês
    Depois de derramado, ainda soluçando
    Tornei-me alegre, estou cantando

    Quem me vê sorrindo...

    Compreendi o erro de toda humanidade
    Uns choram por prazer e outros com saudade
    Jurei e a minha jura jamais eu quebrarei
    Todo pranto esconderei

    Quem me vê sorrindo do Cartola

    ResponderExcluir
  6. Nossa, como sei como é isso...

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now