sábado, 22 de maio de 2010

Além do possível


"Tudo me atinge - vejo demais, ouço demais, tudo exige demais de mim".

(Clarice, de Benjamin Moser, p. 241)

10 comentários:

  1. e me atinge.





    obrigada Van.
    acho que vou caçar a Inês por lá também, rs.
    você me viciou ^^

    ResponderExcluir
  2. intenso...como tudo na Clarice!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo BlogSaudações de criatividade e imaginação fotos de José Ramón

    ResponderExcluir
  4. O pior é não conseguir ser diferente... (ou será que é "não querer ser diferente?"... a saber).

    Abraço, flor!

    ResponderExcluir
  5. Olha, parece que foi escrito para mim. Seu Blog é recheado de coisas incomuns. Amo escrever, também faço da cozinha uma terapia, sou terapeuta e psicanalista. Enfim, legal chegar aqui. Parabéns pelo seu Blog.
    Volte sempre.
    Bjo.
    Helio Thompson

    ResponderExcluir
  6. Olá querida,
    vim conhecer seu espaço...

    Achei interesante a frase que tu postou, de fato na vida tudo exige tanto da gente, eu mesma me crucifiquei tanto por não ser duas pra poder cumprir minhas próprias exigências.
    E nestes momentos gosto muito de uns versos do nosso querido Gonzaguinha onde ele diz:

    "Eu apenas queria dizer a todo mundo que me gosta
    Que hoje eu me gosto muito mais
    Porque me entendo muito mais também
    E que a atitude de recomeçar é todo dia toda hora
    É se respeitar na sua força e fé
    E se olhar bem fundo até o dedão do pé"


    Conhecendo melhor a mim mesma e aos meus limites aprendi bem a exigir menos e melhor de mim.

    Adorei seu blog.Adoro citações, me encanta.

    ResponderExcluir
  7. se tudo me atinge... talvez esteja mais perto do centro do mundo...
    um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Este aqui, tocou minha alma.

    Beijo querida! Adooro seu espaço aqui.
    Saudades de vc por lá.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now