terça-feira, 14 de junho de 2011

Vou terminar com a palavra mais bonita do mundo - Clarice L.

"Mas agora vou falar bem baixinho. Assim: meu amor. Meu grande amor. Tenho dito? Você é que responde. Vou terminar com a palavra mais bonita do mundo. Assim bem devagarzinho: amor mas que saudade. A-m-o-r. Beijo-te. (...) Es-tou vi-va".

(Clarice Lispector in: Brasília: esplendor {crônica})

12 comentários:

  1. Saudade... como dói!!!
    Contudo, lembra que quanto mais longa for a ausência, mais intenso será o momento do reencontro!!!


    Beijos meus!
    AL

    ResponderExcluir
  2. Perfeita... verdadeira.

    ResponderExcluir
  3. O meu amor não é verbo.O meu amor não é substantivo.
    O meu Amor é nome próprio.

    ResponderExcluir
  4. ai como eu AMO Clarice!

    ResponderExcluir
  5. Esse eu não conhecia. Que lindo... preciso ler mais Clarice!!!

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now