terça-feira, 14 de junho de 2011

Vou terminar com a palavra mais bonita do mundo - Clarice L.

"Mas agora vou falar bem baixinho. Assim: meu amor. Meu grande amor. Tenho dito? Você é que responde. Vou terminar com a palavra mais bonita do mundo. Assim bem devagarzinho: amor mas que saudade. A-m-o-r. Beijo-te. (...) Es-tou vi-va".

(Clarice Lispector in: Brasília: esplendor {crônica})

12 comentários:

  1. Saudade... como dói!!!
    Contudo, lembra que quanto mais longa for a ausência, mais intenso será o momento do reencontro!!!


    Beijos meus!
    AL

    ResponderExcluir
  2. O meu amor não é verbo.O meu amor não é substantivo.
    O meu Amor é nome próprio.

    ResponderExcluir
  3. Esse eu não conhecia. Que lindo... preciso ler mais Clarice!!!

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now