sábado, 20 de agosto de 2011

sofrimento eufórico, aquilo a que chamavas de felicidade

Elegy
"(...) pelo menos não saiste da vida sem a tua dose de sofrimento eufórico, aquilo a que chamavas de felicidade. (...) Não era ciúmes; achava graça em teus dilaceramentos passionais, e nem um limo da minha alma se movia ao imaginar-te nos braços deles."

(Inês Pedrosa in:Fazes-me falta, p. 139)

7 comentários:

  1. Felicidade é um ¨sofrimento eufórico¨... Perfeito!

    ResponderExcluir
  2. Ciúmes... acessos passionais... neuras...

    Ah quem é feliz tem tudo isso, afinal a felicidade nos faz ter medo de perdê-la...

    Loucura?
    É sim, afinal de nada adianta o medo, se é fim é fim... o que há de se fazer?

    beijokas
    ótimo post

    ResponderExcluir
  3. Apenas uma coisa a dizer: UAU!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Não consegui terminar de ler esse livro, mas sempre senti que havia uma grande mensagem a ser passada.

    ResponderExcluir
  5. Ahhh!!!!ciúmes demais nos cansa...belo post...ameii...bjus lindonaaaa!!!

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now