segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

algumas coisas deixam marcas


"Incrível como algumas coisas deixam marcas, e até parece que foram marcadas à ferro, porque você ainda as sente".

(Caio F.)

10 comentários:

  1. marcas à ferro sempre foram vistas como castigos... e esse 'sentir' pode ser lido como dor... Estranho, louco mas ao mesmo tempo muito verdade. E colocar o amor, que é bonito e forte, entre essas nossas marcas... exige de nós transparência e força.



    "Na minha memória - tão congestionada - e no meu coração - tão cheio de marcas e poços - você ocupa um dos lugares mais bonitos".
    - Caio Fernando Abreu


    AiAi... como sempre, os pensamentos escolhidos por você para postagens me fazem viajaar. rsrs
    brigada hehe



    beijo
    Nii Flor

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh o Caio sempre sabe o que diz, não é mesmo?
    Adorei o post.
    Estou seguindo ;*

    ResponderExcluir
  3. Raras são as que não se sente... :)

    ResponderExcluir
  4. Eu que diga algumas coisas deixam marcas que nem o tempo mesmo querendo pode apagar ;s
    bjs ;*

    ResponderExcluir
  5. Sente e jamais deixara de sentir...sei bem o que é isso,,,beijos e uma linda semana pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Oi Van, parabéns pela escolha Caio é sempre tudo de bom!!!


    Tudo que nos deixa alguma marca na alma, deixa também um pouco de amor ou de dor!!!

    adoro seu canto!!
    beijos

    ResponderExcluir
  7. pod passar o tempo q for, elas (as marcas) sempre estarão em nós.

    ResponderExcluir
  8. "Não choro mais. Na verdade, nem sequer entendo porque digo mais, se não estou certo se alguma vez chorei. Acho que sim, um dia. Quando havia dor. Agora só resta uma coisa seca. Dentro, fora."
    -Caio FErnando Abreu-

    O pior é quando a ferida vira cicatriz e a dor cessa.

    Caio é um gênio!
    Amo demais tudo que ele escreve.
    Excelente escolha.

    ResponderExcluir
  9. Eu finjo que não, mas algumas cicatrizes ainda se abrem em ferida viva vezenquando.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now