terça-feira, 5 de outubro de 2010

Franqueza, crueldade, virtude


“- Você não está sendo muito cruel, Lena?
- O problema é que pessoas como você sempre confundem franqueza com crueldade.
- E o problema de pessoas como você é imaginar que a franqueza é uma grande virtude”.

(Aos meus amigos, Maria Adelaide Amaral, Ed. Siciliano, p. 138)

7 comentários:

  1. franqueza não é virtude quando não se sabe ser franco na medida certa. ou franqueza não tem medida?!

    :)

    ResponderExcluir
  2. o problema é como galera encara a verdade, quem gosta de rotina defensiva sempre vai achar cruel.

    ResponderExcluir
  3. eu amei esse filme de uma maneira que só podia ter ela pra ser nesse papel.

    ResponderExcluir
  4. Sem dúvida, é uma faca de dois gumes...

    Amo esse filme!

    ResponderExcluir
  5. Ambos estão certos.
    Ah, eu também sou louca por esse filme-lindo-de-morrer!
    Lindo? Eu escrevi lindo? Não sei, mas é genial!!!

    ResponderExcluir
  6. PQP.
    Eis uma das minhas grandes dúvidas!
    Vais me "obrigar" a ler o livro! rs
    Beijo!

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now