domingo, 3 de outubro de 2010

Eu diria que você tem um quê de perdida


“- E como eu lembro a Dorrie?
- Como? Bem, vocês duas são sedutoras e atraentes... Faça-me parar antes de ficar nauseante. E, sabe, são lindas e têm... Não é um quê de trágicas, não é isso... Mas vocês parecem que estão meio perdidas.
- Sério?
- Um pouco, sim. Um quê de... Eu nem te conheço o suficiente para dizer isto, mas... Eu diria que você tem um quê de perdida”.

(Do filme: Stardust Memories, Woody Allen)

9 comentários:

  1. Estou para assistir os filmes do Woody Allen nas próximas férias. Já ouvi dizerem que os filmes dele é sempre edificante. Gosto de filmes que mexem conosco, como uma lição de vida ou algo que faça clarear a vida e os sentimentos.

    Beijos e fique com Deus

    ResponderExcluir
  2. "eu diria que você tem um quê de perdida".
    imagino como estará quem, num primeiro contacto, consiga ler tão para além da pele...
    um abraço, luísa vanessa! :)

    ResponderExcluir
  3. um quê de trágicas e divinas, se fosse nosso contexto, mana.

    chegadessaudade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Divino!

    AMEI!

    BJOS!

    Zil

    ResponderExcluir
  5. Coisa linda esse blog e o texto maravilhoso.

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho um pouco desse quê de perdida...

    "Quem não é perdido não conhece a liberdade e não a ama" (C.L.)

    ResponderExcluir
  7. Adorei isso , ... um QUÊ !
    Sempre temos um quê de alguma coisa.


    BjO.

    ResponderExcluir
  8. Numa cantada sacana ele podia dizer que era o GPS, ahahaha.
    Vou conferir o filme.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now