segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

cheia de vida e pavorosamente morta ao mesmo tempo

Edie Sedgwick
"Ela era incrivelmente cheia de vida e pavorosamente morta ao mesmo tempo. E eu queria, por várias razões, fazê-la ressurgir dos mortos".

(Harold Brodkey in: Quatro histórias ao modo quase clássico. Ed. Imago, p. 24)

4 comentários:

  1. Talvez esse trecho fale sobre a admiração e o distanciamento (ou impossibilidade) convivendo juntas.

    ResponderExcluir
  2. Também quero muito alguém que queira fazer o mesmo!
    Aiai...

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now