terça-feira, 30 de novembro de 2010

espectro da despedida



“(...) separar-se do ser amado é o maior medo do amante, e muitos fariam qualquer coisa para se livrarem de uma vez por todas do espectro da despedida".

(O amor líquido, Zygmunt Bauman)

3 comentários:

  1. Do amor que faz aos amantes, despedir sempre acaba no redimir!

    ResponderExcluir
  2. seria tão mais fácil... mas nunca é.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now