domingo, 20 de novembro de 2011

já que não temos a quem agradecer tanta gentileza...

"Para que eu saiba afinal se você continua vivendo, se continuamos vivendo, porque viver é de graça, de favor, ninguém pediu licença para nascer nem pagou entrada no mundo, e já que não temos a quem agradecer tanta gentileza, agradeçamos mutuamente. Muito obrigado, Clarice."

(Carta de Fernando Sabino. Fernando Sabino e Clarice Lispector in: Cartas perto do coração. Ed. Record, p. 85)

3 comentários:

  1. Viver é de graça. Às vezes, nós esquecemos disso.

    ResponderExcluir
  2. A forma como devolvemos essa graça ao mundo diz o que nós somos. Uma pessoa é isso.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now