segunda-feira, 25 de junho de 2012

do silêncio, das palavras

"Ele acreditava nas palavras que lia, embora desconfiasse que entre elas houvesse um segredo, um silêncio enorme e perigoso."

(Tatiana Salem Levy in: A chave da casa. Ed. Record, p.78)

4 comentários:

  1. Olá, boa tarde.
    Adorei seu blog, achei muito interessante.
    Se não for pedir muito, você poderia me seguir, no meu blog?
    Já estou te seguindo
    Desde de já agradeço =)
    Teh mais!!

    ResponderExcluir
  2. Os segredos sempre são perigosos. As entrelinhas, madrugada de muros altos e becos inteiros, sem saída.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Vanessa!!
    Não li o livro ainda... Mas as palavras dizem mais quando amadurece o nosso pensar!
    Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now