terça-feira, 17 de abril de 2012

Por trás de tudo aquilo, porém, eu julgava detectar algo mais.



"Estava enganado. Havia em seu interior alguma espécie de nós que ela buscava desatar, e a tarefa estava muito além de minhas habilidades de amante ou amigo. Sem dúvida. Sem dúvida. (...) Por trás de tudo aquilo, porém, eu julgava detectar algo mais. De certo modo ela não estava em busca de vida, mas de alguma revelação integradora que lhe concedesse um sentido."


(Lawrence Durrel in: O quarteto de Alexandria - Justine. Ed. Ediouro: 2006, p. 68)

3 comentários:

  1. Estamos todos em busca de epifania, alguns com um poucos mais de fé, outros com um pouco mais de solidão. Mas todos.

    Só pelos dois trechos deu muita vontade de comprar o livro, Luiza.

    ResponderExcluir
  2. Olá,seu blog ganhou mais um selinho
    (http://desaguandovania.blogspot.com.br/2012/04/selinho-carinho.html). A regra é apenas que seja repassado.

    Um abraço

    Vânia Andrade

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now