quarta-feira, 25 de julho de 2012

nas 'seletas' ficções que a vida embaralha como um maço de cartas

Luke Byrne
"Pensei muito sobre o passado, em nossos movimentos e ações, nas 'seletas' ficções que a vida embaralha como um maço de cartas, misturando e cortando, retirando e devolvendo."

(Lawrence Durrel in: O quarteto de Alexandria - Clea. Ed. Ediouro: 2006, p.225)

2 comentários:

  1. A vida é um inextricável emaranhado de variáveis no qual a sensação é tão importante quanto a razão, e a aceitação supera ambas.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now