terça-feira, 16 de abril de 2013

Das madeleines


"Eu associava o cheiro pungente daquele porão mofado aos tempos de menino e à descoberta das emoções do corpo (...) Passou também a me lembrar o dia em que tomei a decisão de me tornar fotógrafo. Cada um tem a madeleine que merece."

(Marçal Aquino in: Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios. Ed. Companhia Das Letras)

http://www.facebook.com/vencaluisa
http://www.vemcaluisa.blogspot.com.br/

3 comentários:

  1. Os cheiros ficam intimamente atrelados as memórias.

    ResponderExcluir
  2. Belo fragmento. Por aqui, sempre boas escolhas, pelo que me lembro.

    ResponderExcluir
  3. Sublime como sempre ! A sua sensibilidade é requintada.

    Ana

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now