terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

da intensidade

E acontece o mesmo quando estou alegre ou triste. Tenho medo de não aguentar a intensidade de tudo. Minhas lágrimas já devem estar confusas de tanto serem usadas para funções diferentes em situações semelhantes: rua bonita - chorar de alegria ou de tristeza? Filme bonito - alegria ou tristeza? A beleza me confunde. Audrey Hepburn, por exemplo. Toda vez que a vejo, quero ser exatamente como ela, e não sei se sinto alegria porque a vida é tão generosa ou se me entristeço. De que adianta a generosidade da beleza? O que posso fazer com ela?

Noemi Jaffe in: Írisz: As Orquídeas (Cia. das Letras).

Um comentário:

  1. A beleza nos emociona, nos traz lágrimas aos olhos. E a tristeza também, mas que se for para chorarmos, que seja por algo bom.

    Boa semana,

    http://mylife-rapha.blogspot.com.br

    P.S: O My Life está fazendo sete anos, passa lá para conferir as novidades
    http://mylife-rapha.blogspot.com.br/2017/03/aniversario.html

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now