quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Brodi também já era exagero. Os anglicismos em si me irritam, e assim então, aportuguesados! Não, já era demais, pensei. Eu estava enlouquecendo? Quis ir embora, mas algo me retinha. E formulei o que deveria ser a última pergunta. Torci para que ele não conseguisse responder e, assim, tudo terminaria ali mesmo. Fora apenas um sonho.

- Mas você não acha que a tua dona te consigna a uma vida sem brilho?

- Que dona? Aquela senhora que está dormindo ali, e antes, o marido dela, o seu Zeca Pires, é minha faxineira. Vês o milho e a água na vasilha?

Trecho de “Ilusão e Mentira” (Ed. Batel) de Godofredo de Oliveira Neto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

So if you have something to say, say it to me now