sábado, 26 de janeiro de 2013

do chorar


"E chorei. Acho que chorei de um jeito que nunca tinha chorado. Não conseguia mais parar. Me esticava na cama chorando, sentava na pequena poltrona aos prantos, me olhava no espelho soluçando. (...) Quis falar e não encontrava palavras."

(Godofredo De Oliveira Neto in: Ana e a margem do rio. Ed. Record, p.204-205)

http://www.facebook.com/vencaluisa
http://www.vemcaluisa.blogspot.com.br/

2 comentários:

  1. eu sei como é. Você se faz de forte o tempo todo, mas quando desaba, parece que a tristeza não vai findar.

    beijinhos, sempre por aqui.

    ResponderExcluir

So if you have something to say, say it to me now